Segunda-feira, 19 de Junho de 2006

Poema

Poema é

liberdade.

Um poema não se programa

é como um pássaro

que voa no azul celeste

livre de preocupações.

O poema é sentimento

O poema é emoção

O poema é inspiração

o poema é nascente do saber.

O poema é

uma alma

liberta do mundo físico

ansiosa por saber.

Poema é vida

vivida intensamente.

 

Miguel Sabugueiro

 

publicado por Clube às 19:59
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Junho de 2006

Avaliação

As competências a adquirir pelos alunos:

1. Compreensão do oral

  • compreensão de formas complexas do oral exigidas para o prosseguimento dos estudos;
  • capacidade de extrair informação de discursos de diferentes géneros;
  • conhecimento das estratégias linguisticas e não linguisticas utilizadas para os diferentes objectivos comunicativos.

2. Expressão do oral

  • fluência e adequação da expressão oral aos contextos formais exigidos.

3. Leitura

  • fluência de leitura;
  • eficácia na selecção de estratégias adequadas ao fim em vista;
  • capacidade para apreciar textos literários e não literários.

4. Escrita

  • naturalidade e correcção no uso multifuncional do processo de escrita;
  • domínio das técnicas fundamentais da escrita.

5. Conhecimento explícito

  • conhecimento sistematizado dos aspectos básicos da estrutura e do uso do Português padrão, através da reflexão linguística e da apropriação de metodologias de análise.

              

 

publicado por Clube às 19:00
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 1 de Junho de 2006

Borboleta

 

A borboleta com as suas mil cores

encanta e liberta

sentimentos

profundos

encantadores

que estão no meu coração.

A borboleta é uma criança que

brinca

dança

saltita sem parar

e que me faz pensar

no passado, no presente e no futuro ...

Como foi?

Como é?

Como será?

 

 

A borboleta é um insecto

fascinante e exuberante

que morre num instante ...

 

 

    Fica a luz, a cor, o Sol, a vida ...

 

Fábio Castim

(Ala dos Poetas, texto livre)

publicado por Clube às 20:00
link do post | comentar | favorito

Criança

    

     Ser criança é

comer pipocas, gelados e gomas.

     Ser criança é

andar de bicicleta e de patins.

         Ser criança é

ver TV e navegar na Net.

     Mas ser criança é também

dormir e levantar cedo.

estudar e barfustar.

    Ser criança é cansativo.

Ser adolescente é imperativo.

Ser jovem é necessário.

E adulto?

     Como será?

     Um dia saberei ...

 

Anónimo

Ala dos Poetas, texto livre

 

 

 

publicado por Clube às 20:00
link do post | comentar | favorito

EU

Transparente

por dentro

única

por fora !

Sem receio

de gritar

estou viva!

Ao longo da vida

percorro caminhos

com obstáculos para derrubar ...

Sem medo

de dizer

estou viva!

Agora procuro

algo na vida

e descubro o amor!

Sem receio

de gritar!

Laranja, pseudónimo

Ala dos Poetas, texto livre

estou viva

publicado por Clube às 13:26
link do post | comentar | favorito

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Poemas de Dezembro

. Poema da Angela Marques

. Poema da Ana Matos

. Poema da Margarida Turiel

. Poema da Sara Gonçalves

. Poema da Andreia Gonçalve...

. Poema do Flávio Pereira

. Poema da Joana Martinho

. Poema da Carolina Guedes

. Poemas de Novembro

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.Links