Segunda-feira, 19 de Junho de 2006

Poema é tudo

Poema

é liberdade

Um poema não se programa

solta-se do pensamento

que é infinito

infinito ...

    Tudo num só papel!

Poema é confidente

dos nossos segredos

momentos, sensações ...

     Tudo num só papel!

Poema é de todas as cores

do preto de morte

do amarelo de alegria

do vermelho de sangue

do verde de esperança

do branco da  infância ...

     Tudo num só papel!

Poema é sonho

de criança

que traça o seu destino ...

      Tudo num só papel.

Poema é chilreio

de um pássaro numa tarde de Verão ...

      Tudo num só papel!

Poema é tudo!

     Tudo num só papel!

Joana Rita Martinho

publicado por Clube às 19:59
link do post | comentar | favorito

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Poemas de Dezembro

. Poema da Angela Marques

. Poema da Ana Matos

. Poema da Margarida Turiel

. Poema da Sara Gonçalves

. Poema da Andreia Gonçalve...

. Poema do Flávio Pereira

. Poema da Joana Martinho

. Poema da Carolina Guedes

. Poemas de Novembro

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.Links