Sábado, 19 de Novembro de 2005

Eu

 

Miguel é o meu nome.

Inventos não me faltam,

Grande em imaginação, eu sou

Um curioso

Esquisito

Louco ...

Sabugueiro é o meu apelido.

Aéreo, por vezes.

Baixo, nem por isso.

Um gato tenho em casa:

Único! Se não existisse seria inventado.

Estúpido é que não sou.

Ideias não me faltam.

Reutilizar sei fazer.

Ouro gostava de ter ...

 

Miguel Sabugueiro

(Acróstico )

publicado por Clube às 13:33
link do post | comentar | favorito

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Poemas de Dezembro

. Poema da Angela Marques

. Poema da Ana Matos

. Poema da Margarida Turiel

. Poema da Sara Gonçalves

. Poema da Andreia Gonçalve...

. Poema do Flávio Pereira

. Poema da Joana Martinho

. Poema da Carolina Guedes

. Poemas de Novembro

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.Links