Sábado, 1 de Dezembro de 2007

Poema da Carolina Guedes

Admiro-te

 

O respirar da tua razão

Faz-me crescer como pessoa!

Oiço uma voz,

Diz-me que não há melhor que Tu,

Pai!

 

Às vezes,

Por ser como sou,

Não consigo admitir o erro,

E continuou a errar,

Mas, depois sento-me apensar...

Será que foi o melhor que fiz?

E lembro-me das tuas palavras,

Que transpiram certezas

E que me encaminham para a verdade,

Que me levantam quando caiu,

E me ajudam a superar,

Porque sei que com a tua preciosa ajuda,

Sou capaz,

E consigo...

 

Sem ti,

Sem as tuas setas,

Que indicam o percurso,

Da minha vida,

O que faria eu?

 

É leda a tua forma de ser,

E isso basta para dizer

“Admiro-te”

 

És o sentido da razão

Do amor e da paixão!

 

Quem te sabe amar,

Ama tudo à sua volta!

 

 

  

 

Este poema é dedicado ao meu pai,o meu professor todos os dia da minha vida!

publicado por Clube às 20:00
link do post | favorito
|
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Poemas de Dezembro

. Poema da Angela Marques

. Poema da Ana Matos

. Poema da Margarida Turiel

. Poema da Sara Gonçalves

. Poema da Andreia Gonçalve...

. Poema do Flávio Pereira

. Poema da Joana Martinho

. Poema da Carolina Guedes

. Poemas de Novembro

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.Links