Segunda-feira, 17 de Setembro de 2007

O poema do João Careto

Os desertos

 

Sombras e chuvas raras

Extensas securas

Ligam plantas nos saaras

Onde escorrem as águas duras

Longos anos esgotaram as terras

E a história das gerações

Que dela viveram e a fizeram

Terra despida, terra perdida

Espanta os homens que partiram

Ilude os que a procuram

Natureza viva extrema e pura

Desertos nos montes e na planura.

publicado por Clube às 18:50
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Poemas de Dezembro

. Poema da Angela Marques

. Poema da Ana Matos

. Poema da Margarida Turiel

. Poema da Sara Gonçalves

. Poema da Andreia Gonçalve...

. Poema do Flávio Pereira

. Poema da Joana Martinho

. Poema da Carolina Guedes

. Poemas de Novembro

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.Links