Sexta-feira, 1 de Dezembro de 2006

O Natal

O Natal é um dia igual a tantos outros,

Só que recebo presentes,

A família vem visitar-me

Como bolo-rei…

 

Ninguém se importa

com o verdadeiro significado do Natal…

com o nascimento de Jesus.

 

O Natal é dinheiro,

são presentes.

 

Ao longo do tempo…

Ao longo do mundo…

 

Matam-se pinheiros para embelezar…

Brilham luzinhas …

Pura ilusão!

Puro egoísmo!

Um pinheiro artificial,

Faz a mesma vista

não afecta o planeta.

 

O Pai Natal existe?

Nunca o vi …

Não conheço ninguém que o tenha visto…

 

No Natal as rabanadas,

os coscorões,

o Bolo-Rei e o Bolo-Rainha

ganham forma

na boca da gente.

 

E a saúde?

E a vida?

 

Durante o ano,

há cuidado com os doces…

O Natal tudo esquece?

 

 

E eu pergunto-me…

Se o Natal só é bom para a economia,

Se é mau para a Natureza,

Se é mau para a saúde,

Se é mau para tantas famílias

que não tem família …

 

Se ninguém tem a certeza se o Pai Natal existe…

Porque é que gostam tanto de o festejar?

Ângela

 

 

 

 

publicado por Clube às 15:00
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Poemas de Dezembro

. Poema da Angela Marques

. Poema da Ana Matos

. Poema da Margarida Turiel

. Poema da Sara Gonçalves

. Poema da Andreia Gonçalve...

. Poema do Flávio Pereira

. Poema da Joana Martinho

. Poema da Carolina Guedes

. Poemas de Novembro

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.Links