Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2005

Enxame

abelhas.jpg

Muitas abelhas, abelhas juntinhas são um ENXAME.

Um enxame é um nome COLECTIVO.

Sara Gonçalves

sinto-me:
publicado por Clube às 16:14
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 13 de Dezembro de 2005

Amizade

postal de amizade.gif

A amizade é como a vida: um milagre,

um presente,

um beco sem saída ...

Onde estamos, está toda a gente!

Ela é a minha melhor amiga...

É uma amizade de há tanto tempo ...

Já houve tristezas!

Já houve alegrias!

Amizade é uma palavra ...

que começa por um A ...

de amigos

e acaba num E

de eternidade.

A amizade não tem fim,

a amizade é assim!!

Tânia Fial 

(Ala dos Poetas, 3º lugar)

publicado por Clube às 13:46
link do post | comentar | favorito
|

Os teus olhos

 Gosto tanto dos teus olhos...

Mas gosto mais dos meus.

Afinal se não fossem os meus

Não conseguiria ver os teus ...

Sabes que eu te quero.

O meu olhar tanto te avisa ...

O amor quando é sincero

nem de palavras precisa.

O vento é para o fogo

o que a ausência é para o amor ...

Quando pequeno, apaga-se

logo quando grande, fica maior ...

Gosto tanto dos teus olhos!

Gosto tanto dos teus olhos!

Tarzan(Pseudónimo)

(Ala dos Poetas, 2º lugar )

                                           

publicado por Clube às 13:34
link do post | comentar | favorito
|

O mar

 

Eu gosto mar pela sua cor azul.

Também gosto de mergulhar

nas águas do sul ...

O mar é tão grande,

tão vasto,

tão denso

que às vezes até penso ...

Eu gosto de ver o mar!

Saltar nas ondas

Fazer amigos

e com ele brincar!

Poeta E (pseudónimo) 

(Ala dos Poetas, 3º lugar) 

sinto-me:
publicado por Clube às 13:22
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2005

Marés de encantar

sereia.jpg

No profundo azul

podemos mergulhar.

Muitas surpresas podemos encontar ...

Peixes de todas as cores,

Sereias de encantar.

E os tubarões?

Que andarão a tramar?

Correntes magníficas

Puxam-me para o mar.

As algas rodeiam-me.

Estarei eu a sonhar?

Estrelas-do-mar guiam-me

Nesta profunda escuridão.

Iluminam o meu caminho

E também o meu coração.

Ilhas desertas,

Lendas de encantar,

O tesouro dos piratas

Eu vou encontar ...

E para finalizar,

Com muita alegria,

Espero lá voltar ...

                    Talvez um dia ...

                    Talvez um dia ...

                    mesmo a sonhar ...

Sereia (Pseudónimo)

(Ala dos Poetas1º lugar)

 

publicado por Clube às 16:15
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 11 de Dezembro de 2005

Bando

bando.gif

Pássaros, passarinhos e passarões ...

Bando é um Nome

Um nome COLECTIVO.

Andreia Gonçalves.

Nomes colectivos

publicado por Clube às 21:50
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2005

Alverca, 5 de Dezembro de 2005

lutin.gif Olá!

Está bom, Pai Natal?

Eu sou a Ângela e tenho 12 anos. Eu nunca o vi, as a sua fama é tanta ... Dizem que se veste de vermelho, usa um gorro bicudo, da mesma cor, com um grande pompom branco, calça sapatos pretos e um largo cinto negro. Não me parece mal ... Diz-se que tem uns lindos olhos azuis e uns longos cabelos brancos, tal como a barba. Afinal é assim ou não? Ou será fruto da minha imaginação? Como vai fazer no dia 24 de Dezembro? Desloca-se no seu trenó puxado pelas renas ou já aderiu às modernices das naves espaciais? Nave espacial?! Desloca-se por outros planetas ou só presta serviço na Terra? Deve ser muito divertido, ser Pai Natal!! Cansativo, também! Deve haver muito trabalho, para que tudo esteja pronto na véspera de Natal, para a entrega dos presentes... Presentes?! A "Fábrica dos Brinquedos" é perto da sua casa, o Pólo Norte, não é? E é lá que trabalham uns pequenos duendes verdes , com orelhas em bico? Então, é você que costuma vir à minha casa entregar os presentes!!?? Ou eles aparecem como que por magia? Parece-me que já descobri tudo!!! Bom, qualquer das maneiras, se voltar este ano, vai encontrar um colchão onde pode passar a noite. Assim, passa o Natal na minha casa e vai responder às minhas perguntas, não vai?

Não se preocupe, também se divertirá muito.

AH ...! Não se esqueça de trazer presentes. Já agora ... Fique bem ... Eu, e a minha família, vou ficar à sua espera.

Com muita emoção e carinho

Ângela

(Carta)

publicado por Clube às 20:52
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 4 de Dezembro de 2005

Alverca, 4 de Dezembro de 2005

pai natal rena.gif Meu caro Pai Natal,

Como tem passado por aí, no frio da Lapónia? O meu nome é André Lopes e oro em Alverca, em Portugal. Aqui, os dias passam muito devagarinho, agora que o Natal está a chegar. O pessoal, por cá, anda muito entusiasmado com os enfeites da época. As ruas já estão decoradas e cheias de luzes a brilhar. As pessoas estão muito atarefadas com os presentes para os filhos, pais, avós, primos e amigos. Enfim, dizem que é o espírito do Natal. O Senhor deve estar muito ocupado a arranjar os brinquedos para as crianças. Com tanta agitação já se sabe como é ... Então e os duendes que estavam a trabalhar consigo? Ouvi dizer que fizeram greve, é verdade? Logo nesta quadra ... É por estas e por outras que eu penso que ser Pai Natal não é fácil. Esta carta é só para lhe desejar um feliz Natal e para o avisar que este ano não limpámos a chaminé.

Tenha cuidado! Adeus e até breve.

André Lopes

(Carta)

publicado por Clube às 20:39
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Alverca, 4 de Dezembro de 2005

pere24.gif Olá, Pai Natal.

Esta é a primeira vez que te escrevo. Eu moro em Alverca e chamo-me Iã. Eu tenho alguns pedidos a fazer-te. Não te preocupes, não vou querer muito. Não quero brinquedos, nem nada desse género ... Aquilo que mais queria é que pusesses juízo na cabeça destes governantes. Tira-lhes as armas e a vontade da guerra. Para os sem abrigo, peço-te que lhes dês uma vida decente. Vá lá, arranja-lhes trabalho em vez de uma sopa quente no dia de Natal ... Para mim, ficas a saber, o Natal é a qualquer hora. Basta nós querermos.´ Já agora, aproveito para te pedir saúde e felicidade. Isto por cá não anda nada bem... Saúde. Saúde é mesmo o que nós precisamos neste Natal e para o resto da nossa vida. Espero que não te tenha aborrecido com os meus pedidos.

Desculpa se não quero brinquedos como todos os meninos ...

Afinal sempre é Natal.

Muitos beijinhos e boa viagem por aí.

Iã Pereira

publicado por Clube às 13:51
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 1 de Dezembro de 2005

Alverca, 1 de Dezembro de 2005

pere.gif Querido Pai Natal,

Quando eu era pequeno, os meus pais pediam para eu te escrever uma carta ... E eu escrevia, certo de que tu a ias receber. Agora que tenho 12 anos, já não escrevo dessas cartas. Já sou mais crescido e sei que só existes nas minhas recordações. Naquele tempo, eu pensava que tu entravas pela varanda e deixavas os meus presentes ... Nunca te consegui ver!! Afinal, os meus pais faziam tudo muito rapidamente ... Nem tempo tinha para ficar triste, os presentes estavam ali à minha espera ... Qualquer das maneiras, eu adorava conhecer o teu país. Bom, o que se diz ser ...Nesta altura do ano está coberto de neve ... Sabes que eu ainda não vi nevar? Com um pouco de sorte, talvez seja desta. É que vou passar uns dias à Serra da Estrela. Já lá foste? Claro, andas por todo o lado ... Depois do que te escrevi, não tenho coragem para fazer um lista de prendas. Não tenho idade para isso e agora já percebo que a vida está difícil ... Só vou pedir uma "coisinha" aos meus pais. As notas escolares estão mais baixas do que era hábito...

Vejo quanto és importante para as crianças de todo o mundo e desejo que continues a fazer um bom trabalho. É bom acreditar que existes ...

Um abraço

Flávio

publicado por Clube às 16:47
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Poemas de Dezembro

. Poema da Angela Marques

. Poema da Ana Matos

. Poema da Margarida Turiel

. Poema da Sara Gonçalves

. Poema da Andreia Gonçalve...

. Poema do Flávio Pereira

. Poema da Joana Martinho

. Poema da Carolina Guedes

. Poemas de Novembro

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

.Links